Pies para que los quiero

si tengo alas para volar.

Frida Kahlo

Buscar

Mulheres que nos inspiram - Catarina Palma

A locutora de rádio e apresentadora de televisão Catarina Palma é a segunda convidada da rubrica de entrevistas da Type, "Mulheres que nos inspiram".

Todos os meses vamos conversar com mulheres portuguesas com as quais nos identificamos e que refletem o ADN da Type:


1. És locutora na rádio e repórter na televisão. Qual deles é a tua praia? Não sinto que nenhum deles seja a minha praia sinceramente porque quando eu tenho de fazer coisas diferentes eu sinto sempre alguma insegurança, do género "será que estou a altura?". Ou seja, não me sinto 100% à vontade com nenhum deles mas isso é bom porque não me deixa completamente descontraída dando-me espaço para evoluir sempre mais.


2. Catarina, tens algum segredo para deixar um entrevistado na Palma da tua mão?

Não sei se é bem um segredo. Quer dizer, não é um segredo. Para além de saber do que estou a falar, com quem estou a falar e para quem estou a falar, acho que a maneira mais fácil de desarmar qualquer pessoa no mundo é a naturalidade e a simpatia. Citando Selena Gomez “kill them with kindness”. Gosto deste mote, deixa-me confortável. 


3. Já entrevistaste alguém com quem fizesses faísca? 

Muitas pessoas. A comunicação resulta quando são duas pessoas a fazê-la. Se a pessoa com quem estou a falar não faz faísca comigo então vai ser um diálogo pouco fluido e sem conteúdo interessante. 

4. Que música achas que deveria ser um mega hit eterno?

Agora assim? De repente? Ok. Para mim a música que vai ser sempre um hit eterno é o Corazón Partío do Alejandro Sanz. Até podia ser a única pessoa a gostar desta, mas não importa. Cada vez que a oiço sem querer, o meu coração fica quentinho e a dançar salsa. 






5. Qual foi a pior gafe que fizeste em direto?

Foi no Dia Mundial da Rádio, estavam 15 pessoas dentro do estúdio incluindo o meu diretor. Eu estava no microfone dois ou seja, como não era eu a tomar conta da emissão, estava completamente relaxada. Estava a jogar o jogo dos cinco segundos com o convidado Ivo Lucas e as perguntas para ele estavam a ser básicas e a mim calhou-me a pergunta: nomeia três Presidentes da República em cinco segundos. Não é que eu não soubesse a resposta mas bloqueei e saiu-me um grande e muito alto palavrão.

6. A Type e a rádio têm um amor em comum: festivais de verão. Partilhas deste romance? Vais há quantos anos seguidos e a quantos festivais por ano?

Eu antes de entrar na MegaHits só tinha ido a um festival. Ou seja, ia todos os anos ao mesmo festival. Só depois de entrar na Rádio é que comecei a aproveitar todos os Festivais de Verão. Este ano fui a sete pela Mega e a mais oito fora do contexto da Rádio.

7. Praia com amigos, em casal ou com a Japa? 

Praia com Japa, com amigos e em casal. Gosto de praias vazias mas cheia das minhas pessoas. 

8. Viagem de sonho. O mundo inteiro. Agora Sri Lanka (vou já este sábado), daqui a três semanas falamos e terei outra.

9. Uma praia que seja especial para ti e porquê.

A praia que eu mais gosto é a praia da Adiça. Um bocadinho depois da fonte da telha, portanto perto de Lisboa, mas longe o suficiente para ter muito pouca gente (e claro, se a minha cadela pode ir então está dez mil pontos à frente na tabela de qualquer praia) 



10. Qual o teu bikini preferido da Type? Porquê?

Luz V1 - gosto de biquínis pequenos porque muito tecido faz me confusão. E este é tão lindo, diferente, tem uma cor tão fixe e fica tão bem no corpo. 


11. Há momentos em que gostas de te desligar das redes sociais, ou devido à tua profissão sentes que tens de estar sempre “on”?

Eu sou de fases. Há momentos em que sou completamente aditiva ao telemóvel, ao instagram, à internet e aos blablablás digitais. Há outros em que não estou nem aí e abandono o telemóvel num canto da casa. Claro que para a minha profissão é necessário estar atenta ao que se passa no “mundo lá fora”, mas não o sinto como uma prisão. É mais uma espécie de estudo. 


12. Alguma coisa que pouca gente saiba sobre ti.

Eu não sou uma pessoa que guarde muitos

segredos mas ok, nasci com seis dedos no

pé direito.


Isto não é uma pergunta. Queríamos só agradecer pelos Amigos da Japa e pelo constante apelo às alterações climáticas. Identificamo-nos com quem quer mudar o mundo para melhor. Obrigado!


412 visualizações

Contacte-nos

  • Instagram @ilovetype
  • Facebook Type
  • Pinterest Type

Ajuda

Informação

© 2017 by Type. All rights reserved